Voltar

Você está em: Página inicialInstitucionalNotícias › Unibave integra a V Exposição Científica-Cultural da Escola Dom Joaquim

Notícias

Unibave integra a V Exposição Científica-Cultural da Escola Dom Joaquim

03 de setembro de 2018 - ,

A V Exposição Científica-Cultural da Escola de Educação Básica Dom Joaquim, de Braço do Norte, na última sexta-feira, 31, contou com a participação do Centro Universitário Barriga Verde – Unibave. O evento ocorreu durante os três períodos, fazendo com que os alunos praticassem todo o aprendizado de sala de aula.

Conforme o diretor da escola, Tarcísio Vanderlinde, o evento teve como objetivo estimular a criatividade e a participação de jovens, bem como o interesse em descobrir e certificar-se que a “Ciência” não está à margem do seu cotidiano. Desta forma, o Unibave buscou levar dispositivos e experimentos que os estudantes pudessem interagir.

Os alunos puderam utilizar o Gerador de Van de Graaff, que foi desenvolvido pelos próprios acadêmicos do Unibave no Laboratório Tecnológico da instituição, além de demonstrações com outros experimentos científicos realizadas pelo coordenador do laboratório, Gilberto Bueno, que também esteve presente na feira de ciências.

Os estudantes da escola também trouxeram ao evento vários projetos que foram apresentados ao público presente, como o Projeto Poseidon, The gamers, Alta tensão, Coração, Mitos e lendas, Cuidados na Gestação, entre outros.

Segundo a professora da escola, Clarice Schulter, na interpretação “real” das atividades, ações pedagógicas são desenvolvidas onde alunos e professores, numa autentica interação acadêmica, elaboram trabalhos diversos como projeção dos temas em estudo. “Os trabalhos desenvolvidos pelos alunos e seus respectivos professores estão de parabéns, pois além de estarem com uma estética impecável estavam com uma grande bagagem de conteúdo”, relata Clarice.

Além das demonstrações científicas, por meio do Programa Geração Unibave, a instituição também levou ao evento a exposição com máscaras afro intitulada “Arte sustentável com referência afro-brasileira. As máscaras foram desenvolvidas por meio de projetos do Núcleo de Arte Educação – NAED do Unibave.