SOMEVESC discute com coordenadores o cenário da Pandemia nos Cursos de Medicina Veterinária | Unibave
InicioInstitucionalNotícias › SOMEVESC discute com coordenadores o cenário da Pandemia nos Cursos de Medicina Veterinária

Notícias

SOMEVESC discute com coordenadores o cenário da Pandemia nos Cursos de Medicina Veterinária

25 de agosto de 2020 -
A- A+

Com o objetivo de discutir ações que as Instituições de Ensino Superior vem desenvolvendo para o enfrentamento da crise gerada pela pandemia do Coronavírus, especialmente nos cursos de Medicina Veterinária, a Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (SOMEVESC), na pessoa do seu presidente o senhor Adil Vaz, promoveu na segunda-feira, dia 24/08, uma Live com coordenadores de curso.

O evento contou com a explanação de três coordenadores de curso de Medicina Veterinária, Guilherme Valente de Souza, Unibave, Orleans/SC, Alexandre de Oliveira Tavela, UFSC, Curitibanos/SC e José Carlos de Figueiredo Pantoja, UNESP, Botucatu/SP.

Mediada pelo Presidente, o debate começou com a participação do Professor José Carlos, trazendo a experiência vivida no estado de São Paulo, na Unesp/Botucatu. Relatou que desde o dia 12 de março a Unesp adotou teletrabalho com o chamado Ensino Remoto Emergencial (ERE), a partir de um Guia com as diretrizes para esse momento. Ressaltou que o diálogo com a comunidade acadêmica e Conselhos de Classe garantiu o sucesso no desenvolvimento das atividades.

O cenário de enfrentamento da pandemia no curso de Medicina Veterinária do Unibave, Instituição Comunitária de Ensino Superior, foi apresentado pelo professor Guilherme. Socializando todas as ações de ordem institucional, administrativas e pedagógica, disse que o curso seguiu todo o seu cronograma com aulas remotas, síncronas e assíncronas e com as atividades práticas. Que toda a ação teve ampla adesão de professores e colaboradores da instituição e um acompanhamento efetivo na atenção ao aluno para se adaptar a esse modelo de ensino. Destacou a experiência do curso na retomada das atividades práticas quando da liberação, por meio de decreto, pelo Governo do Estado de Santa Catarina, para atividades práticas e estágio.

A realidade da Universidade Federal de Santa Catarina foi analisada pelo professor Alexandre, que disse que naquela instituição as atividades foram paralisadas e serão retomadas agora em 31 de agosto. Destacou que as ações da UFSC, seguiram um processo bastante democrático e amplamente discutido com todas as instâncias, estabelecendo as regras de adoção do modelo remoto de ensino.

Na sequência das explanações alguns questionamentos, considerações e preocupações com o momento foram debatidos, motivando o Presidente Adil Vaz convidar o seleto grupo a continuarem na discussão com a organização de um grupo de trabalho colaborativo on-line.

O professor Guilherme Valente de Souza, que também é Vice Reitor do Unibave, sugeriu à SOMEVESC criar um canal que socialize com os Cursos de Medicina Veterinárias, os Campos de Estágio, para as práticas acadêmicas. Fazendo um banco de concedentes, com dados da empresa/profissional/entidade e descrição das atividades a serem desenvolvidas, podendo, assim, ser um local de consulta de acadêmicos, principalmente para o Estágio Curricular.