Professor do Unibave realiza treinamento técnico aos funcionários da Feltrin Sementes | Unibave
Voltar

Você está em: Página inicialInstitucionalNotícias › Professor do Unibave realiza treinamento técnico aos funcionários da Feltrin Sementes

Notícias

Professor do Unibave realiza treinamento técnico aos funcionários da Feltrin Sementes

15 de maio de 2019 - ,

Na última segunda-feira,13, o professor, Jerffeson Araujo Cavalcante do curso de Agronomia do Centro Universitário Barriga Verde – Unibave, realizou treinamento técnico junto aos funcionários da Feltrin Sementes, uma das maiores produtoras de sementes de hortaliças do país, localizada no município de Pinheiro Machadado, Rio Grande do Sul.

O treinamento foi realizado em uma parceria entre o Laboratório de Agrotecnologia e de Análise de Sementes da Universidade Federal de Pelotas e do Núcleo de Pesquisa e Extensão Aplicadas às Ciências Agroveterinárias – PACA do Unibave. Durante o treinamento foram abordados assuntos relacionados aos aspectos fisiológicos das sementes durante a maturação até o ponto ideal de colheita, secagem, beneficamente, análise de sementes e armazenando das sementes de diversas espécies hortícolas. Além disso, foi realizado uma mesa redonda para discutir os entraves da produção de sementes de hortaliças na região sul do Rio Grande do Sul e na Argentina, afim de propor soluções.

Os produtores têm se tornado cada vez mais exigentes a cerca da qualidade das sementes e isso tem alertado as empresas produtoras de sementes a buscar novos empreendimentos para atender novas demandas, e tais exigências se resumem a sementes com alto vigor, capaz de proporcionar altos redimensionamentos no campo.

Araujo destacou que o processo de novas sementes se faz no campo. ”A semente é um ser vivo, que pode sofrer alterações bioquímicas e fisiológicas em seus tecidos. Colher as sementes o mais próximo da maturidade fisiológica é crucial, deixar as sementes sob efeito das intempéries do ambiente após a maturidade é jogar fora todo o capricho realizado durante a condução do campo”.