Acadêmicos de Farmácia visitam o Laboratório de Toxicologia e o CIATOX na UFSC | Unibave
Voltar

Você está em: Página inicialInstitucionalNotícias › Acadêmicos de Farmácia visitam o Laboratório de Toxicologia e o CIATOX na UFSC

Notícias

Acadêmicos de Farmácia visitam o Laboratório de Toxicologia e o CIATOX na UFSC

11 de outubro de 2019 - ,

Acadêmicos da 8ª e 10ª fase do curso de Farmácia do Centro Universitário Barriga Verde – Unibave realizaram uma visita técnica ao Laboratório de Toxicologia Clínica e ao Centro de Informações Toxicológicas – CIATox na Universidade Federal de Santa Catarina -UFSC.

No CIATox, no período da manhã, os acadêmicos foram recebidos pela farmacêutica Andrea Petry e a biológa Taciana Mara Seemann. A visita proporcionou um conhecimento mais amplo sobre o importante papel de prestação de serviço do Centro na área de Toxicologia.

O grupo acompanhou o recebimento de uma amostra de urina de um paciente de Xanxerê, sendo que os profissionais do CIATOX já tinham realizado o atendimento via telefone do caso suspeito, e o material foi encaminhada para análise em Florianópolis. No laboratório de Toxicologia Clínica, houve uma troca de experiência com a farmacêutica Angela Higioka que realizou a análise para identificação e quantificação da amostra que havia sido encaminhado ao CIATox.

“O laboratório realiza análise de amostras de pacientes atendidos no Hospital Universitário (HU) da UFSC, e se torna fundamental para elucidação de muitos casos de intoxicações humanas. Atualmente, o CIATox e o Laboratório de Toxicologia são supervisionados pela professora Cláudia Regina dos Santos, que prontamente autorizou a visita dos alunos”, relatao professor Adalberto Alves de Castro, responsável pela disciplina de Toxicologia Clínica.

 

Sobre o CIATOX:

 

Localizado junto ao Hospital Universitário, o CIATox está subordinado a Superintendência de Serviços Especializados e Regulação da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SUR/SES/SC), mantendo cooperação técnica e parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Hospital Universitário.

Com esta parceria UFSC-SES/SC, o CIATox vêm contribuindo na melhoria da qualidade da assistência, redução da morbimortalidade das intoxicações e dos custos finais do sistema de saúde. Foram registrados de 1984 a 2018, aproximadamente 250 mil atendimentos de casos de intoxicação por diversos agentes, como medicamentos, agrotóxicos, produtos veterinários, raticidas, produtos químicos industriais e de uso domiciliar, drogas de abuso, plantas tóxicas e envenenamentos por animais peçonhentos.

Especificamente para o ano de 2018, o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox/SC)  registrou  16.628 atendimentos em Humanos, seguido por 628 pedidos de Informação e 126 atendimentos em animais. Os casos mais comuns são os relacionados a medicamentos, com 4.735 casos em humanos, seguidos pelos animais peçonhentos/venenosos com 4.383 casos em humanos.

O CIATox mantém um serviço de plantão 24 horas para informações específicas em caráter de urgência na área de Toxicologia Clínica aos profissionais de saúde, principalmente médicos da rede hospitalar e ambulatorial e de caráter educativo e preventivo à população em geral. Os atendimentos são feitos presencialmente ou por telefone, com ligação gratuita no número 0800 643 5252.