Voltar

Você está em: Página inicialInstitucionalNotícias › Acadêmicos do Unibave organizam exposição no Museu Augusto Casagrande

Notícias

Acadêmicos do Unibave organizam exposição no Museu Augusto Casagrande

28 de julho de 2017 - , ,

Acadêmicos do Unibave nesta última quinta-feira, 27, organizaram uma exposição no Museu Augusto Casagrande – MAC de Criciúma com os objetos de arte desenvolvidos por meio do projeto de extensão “Oficina Arte sustentável com referência afro-brasileira”. A oficina deste ano foi realizada aos sábados e envolveu acadêmicos de diversos cursos do Unibave, entre eles Psicologia, Pedagogia, e Medicina Veterinária.

A proposta do projeto, vinculado ao Núcleo de arte educação – NAED, Núcleo de estudos afro indígena – NAI e ao Programa ECOS do Unibave, foi promover uma reflexão crítica, teórica e prática acerca dos temas, sustentabilidade e cultura afro-brasileira, aplicando a arte como elemento presente nas mais diversas áreas do conhecimento para promover a consciência interdisciplinar/transdisciplinar para a aprendizagem significativa.

De acordo com o coordenador do MAC, Realdo Medeiros, o museu é um veículo de divulgação cultural. “No caso desta exposição é perfeita, pois difunde arte, criatividade e cultura regional, além de proporcionar momentos interativos entre o mundo acadêmico e o museu. Esperamos fazer outras parcerias com outros trabalhos e outros temas, o museu está de portas abertas para o Unibave”.

O acadêmico Jaickson Rocha Costa falou da sua participação. “No momento que começamos o desempenho do nosso trabalho foi uma surpresa atrás de outra porque não sabíamos como ficaria no final de cada passo. Foi uma experiência positiva, tivemos a oportunidade de conhecer o museu e as historias da família Casagrande, ficamos encantados com a variedade de peças antigas que um dia foi o começo de tudo”.

Para a arte educadora do Unibave, professora Juliana Natal da Silva, o resultado da oficina foi gratificante e gerou objetos de artes significativos para cada participante. “A arte envolve o ser humano em sua totalidade, mente, corpo e alma, pois ao utilizar o ato artístico, o ser descobre habilidades adormecidas dentro de si, buscando novas linguagens, adquirindo consciência do seu mundo e do universo que o cerca, construindo uma visão interdisciplinar a cerca do conhecimento aprendido”

 Sobre o projeto

A temática sobre a pluralidade Cultural é uma das abordagens fundamentais nas instituições de ensino atualmente, assim como a educação ambiental. Fica explícito a importância de se trabalhar a igualdade racial no universo escolar, cuja finalidade é de estimular a pesquisa sobre a contribuição do afro-brasileiro para a formação cultural. A partir disso, foi criado o projeto de extensão “Oficina Arte sustentável com referência afro-brasileira”, que articula pesquisa na cultura africana e produção de objetos a partir de garrafas pet e jornais.