Voltar

Você está em: Página inicialInstitucional › Mantenedora

Mantenedora

FEBAVE

No dia 23 de setembro de 1974, a Lei municipal número 491 criou a Fundação Educacional Barriga Verde – Febave, com uma estrutura controlada pelo Poder Público. As lideranças municipais entenderam que não estava adequada para proporcionar os serviços que a região precisava devido a sua dependência da gestão pública. Diante desta preocupação, construiu-se uma nova proposta, através da Lei número 528 de 31 de março de 1977, constituindo uma organização com autonomia de funcionamento em relação aos dirigentes municipais, tendo como patrimônio uma área de terras de 20.000 metros quadrados doado pelo Instituto São José e Escola Técnica de Comércio de Orleans, composto de livros, mobiliários e máquinas. Depois de consolidada esta estrutura a Prefeitura também fez doações de dois patrimônios e os demais foram comprados com recursos adquiridos por convênios e dos trabalhos que desenvolve.

Os dirigentes da Fundação sempre foram nomeados pelos órgãos que o dirige, exceto o primeiro Presidente, que foi nomeado pelo Prefeito para dar organização ao Conselho Diretor. O Estatuto que regulamenta o funcionamento da Fundação foi instituído por Decreto do Prefeito, submetido ao Ministério Público para análise e aprovação, bem como outra alteração que ocorreu. A Febave iniciou suas atividades administrando as escolas municipais. Desenvolveu projetos importantes para melhorar a qualidade como o “Projeto Integração, Cultura e Educação”. Organizou as APPs, ofereceu e estimulou os professores a capacitação e desencadeou um processo de melhoria dos prédios. Tinha como grande projeto à unificação das redes de ensino do Município para que pudesse ampliar a oferta de vagas. Iniciou o atendimento infantil para crianças carentes com a implantação de um Centro de Menores.

Implantou uma escola de marceneiros que formou profissionais e especializou em áreas específicas. Desenvolveu importantes projetos culturais como o Museu ao Ar Livre, único do gênero na América Latina, as Esculturas do Paredão e criou uma Biblioteca Comunitária. No setor educacional, além de atuar com o ensino municipal, tinha os cursos técnicos de Contabilidade e Secretariado, criou o curso Supletivo de I e II Grau, oportunizando a muitas pessoas melhorar a escolaridade, criou uma escola de Ensino Básico com um projeto pedagógico diferenciado, que também atendeu alunos de outros municípios, iniciou suas atividades na Educação Superior em 1998 com o curso de Administração de Empresas e atualmente está desenvolvendo novos projetos em conformidade com os interesses da sua região.

A Febave trouxe para região mais ânimo, pois além de suprir necessidades de educação, cultura e promoção social, também se firmou como uma base de desenvolvimento. A instituição tem como princípio básico, demonstrar que a educação é o mais importante produto social que temos para formar uma sociedade com equilíbrio em todos os sentidos.